Relogio
..::data e hora::.. 00:00:00
Jaraguá do Sul quer aderir ao Sisbi
23/10/2017 - 17h44 em Agricultura
Jaraguá do Sul quer aderir ao Sisbi
Em reunião com Ministério da Agricultura, o Município argumentou que já conta com a estrutura exigida para fazer parte do Serviço Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal
 
O secretário de Desenvolvimento Rural e Abastecimento da Prefeitura de Jaraguá do Sul, Daniel Peach, recebeu em seu gabinete na última semana os  auditores do Ministério da Agricultura  Michel  Assis e Cassia Brustolini. O tema do encontro foi o pleito jaraguaense em aderir ao  Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi). Também estava presente na ocasião a gerente de Planejamento Agrícola da Secretaria, Marilene Cassia dos Reis.
 
O Sisbi que faz parte do Sistema Unificado de Atenção a Sanidade Agropecuária (Suasa), padroniza e harmoniza os procedimentos de inspeção de produtos de origem animal para garantir a inocuidade e segurança alimentar.  Segundo Daniel, hoje Jaraguá do Sul já conta com Serviço de Inspeção Municipal (SIM). “No entanto, temos 26 estabelecimentos registrados no SIM, mas provavelmente os que vão aderir serão algumas fábricas de embutidos e o abatedouro de peixe”, projetou o secretário. “A vantagem de aderir ao Sisbi é que as agroindústrias que  aderirem vão poder comercializar o produto para fora de Jaraguá a nível de Brasil”, completou
 
Além do processo individual , o Município também já aventou sobre a possibilidade de um consórcio com outros município da região para facilitar esse processo. “Nós já conversamos, via secretários de Agricultura aqui da região da Amvali e não está descartado  um consórcio nesse sentido”, reiterou Peach.
 
Já auditor do Ministério da Agricultura,  Michel Assis, destaca que já recebeu  parte da documentação da Secretaria de Desenvolvimento Rural. “Vamos dar o encaminhamento ao processo, avaliá-lo, dirimir algumas dúvidas técnicas que possam surgir durante o processo de adesão e solicitar uma auditoria de Brasília para que o município efetivamente esteja aderido ao Serviço Brasileiro de Inspeção”, explicou sem dar prazo para conclusão do procedimento..
 
Assis adianta que no Estado de Santa Catarina o município de Chapecó já está aderido isoladamente ao Sisbi. “Também  temos dois consórcios – um no Extremo Oeste e outro, na região de Chapecó que já estão aderidos ao sistema”, destacou.
 
Em relação às vantagens de se aderir individualmente ou de forma consorciada  o auditor disse que é preciso se observar algumas características do próprio município antes de tomar qualquer decisão. “No caso de municípios pequenos é interessante estabelecimento de consórcio no sentido de otimização administrativa, de coordenação do serviço. Porém, no caso de Jaraguá do Sul já vejo que como melhor opção aderir isoladamente, como ocorreu em Chapecó. É interessante porque é um município maior e já possui uma estrutura de serviços”, apontou o auditor.
 
A gerente Marilene dos Reis reitera que Jaraguá do Sul hoje está bem organizada nesse sentido e já conta com bastante estabelecimentos com interesse e potencial para o Sisbi. “Nossa própria Secretaria não mede esforços para alcançar esse objetivo’, destacou. Apesar do pleito jaraguaense ainda não há prazo definido para que o processo de adesão do Município ao Serviço de Inspeção Brasileiro seja concluído.
 
Fonte Daniel Peach – secretário de Des. Rural e Abastecimento da PMJS – 2106-8111 
COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Previsão do tempo em Jaraguá do Sul