Relogio
..::data e hora::.. 00:00:00
Prevenção à violência contra idoso foi tema de debate
16/06/2018 - 10h35 em Educação
Imagens(Patrick Titz/PMJS) 
 
Nesta sexta-feira (15) é o Dia Internacional de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa. Para marcar a data, a Secretaria de Assistência Social e Habitação da Prefeitura e Jaraguá do Sul promoveu já na quinta-feira (14) um debate sobre os direitos do idoso e uma reflexão sobre a violência contra a pessoa idosa. A iniciativa ocorreu no Centro de Convivência, no Parque Municipal de Eventos e contou com a participação do presidente do Conselho Municipal dos Direitos do Idoso (CMDI/JS), Antônio Marcos da Silva, da  presidente da Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Jaraguá do Sul, Luciane Regina Mortari, além de profissionais da própria secretaria que atuam junto a este público. Cerca de 100 pessoas entre idosos e familiares prestigiaram o debate.
 
Segundo a gerente de Proteção Social Especial do município, Maria Andréia Stanck, de 2014 até agora o número de ocorrências atendidas pela Assistência Social jaraguaense tem caído consideravelmente. “Em 2014, atendemos 137 casos de idosos que sofreram algum tipo de violência, seja física, psicológica, maus tratos, abandono, exploração financeira. E percebemos que este numero tem diminuído. Em 2015 tivemos 71 casos. Já em 2016 foram 60 ocorrências e no ano seguinte 64 registros. Agora, de janeiro a 1º de junho quando fizemos o primeiro levantamento dos dados nós temos 40 situações de idosos sendo acompanhados”, avaliou. “Dentre esses casos, o mais comum é a questão da negligência”, completou a profissional
 
Para Maria Andréia alguns fatores são decisivos para essa redução. “A gente tem um trabalho preventivo muito forte. Aqui mesmo no Centro de Convivência, temos equipes técnicas que fazem esse trabalho. Somada à a questão cultural no nosso município que é ter esse cuidado com o idoso, além de políticas públicas que também estão contribuindo”, apontou.
 
Segundo o presidente do CMDI, conversas e debates como esse também são importantes para conscientizar a comunidade para esse problema que muitas vezes ocorre dentro do próprio lar dos idosos, “É imprescindível. Um momento importante para a comunidade de Jaraguá debater sobre isso. Porque às vezes a gente acha que não está acontecendo aqui, mas está sim., mais próximo do que a gente imagina”, comentou Silva.  “Precisamos mostrar ao idoso que tem pessoas que ele pode contar.  Ou seja, se ele sentir qualquer forma de agressão ou violência ele sabe a quem buscar ajuda”.
 
Outra que avaliou positivamente foi Luciane Mortari. “Esses momentos são o palco ideal para que a gente possa discutir esse tema tão relevante e tão atual aqui na nossa região. Temos excelentes índices da nossa cidade em termos de segurança pública, amplamente mencionado na mídia nacional. Mas nós sabemos que temos sim, a violência contra a pessoa idosa”, observou.  “Por isso, é necessário que elas ouçam quais são os seus direitos, quais os órgãos que elas podem procurar afim de garantir seus direitos. É interessante que elas saibam que a idade não é motivo para que elas sejam discriminadas na sociedade. Elas tem que continuar sendo respeitadas, consultadas e não relegadas a um segundo plano”.
 
Fonte: Maria Santim Camelo – secretária de Assist. Social e Habitação da PMJS - 3374-2772
COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Previsão do tempo em Jaraguá do Sul