Relogio
..::data e hora::.. 00:00:00
Em expansão, microcervejarias artesanais apoiam a campanha Compre de SC
09/07/2018 - 14h01 em Economia

Foto: Julio Cavalheiro/Secom

As microcervejarias artesanais vivem um bom momento em Santa Catarina. Nos últimos anos, as taxas anuais de crescimento do setor têm variado entre 20% e 30% — números de fazer inveja a qualquer um, ainda mais em tempos de crise econômica. A multiplicação das pequenas fábricas prova a existência de um boom: elas eram apenas 18 em 2008, passaram para 40 em 2015 e chegaram a 80 neste ano. 

Acasc

Para o presidente da Associação das Microcerverjarias Artesanais de Santa Catarina (Acasc), Alexandre Mello, a colonização predominantemente europeia do Estado ajudou a fomentar o empreendedorismo no setor, já que países como a Alemanha, Polônia, Áustria e Itália possuem tradição na produção de cervejas. Ele conta que, justamente por causa desse know-how, o setor é um grande apoiador da campanha “Compre de Santa Catarina”, que estimula o consumo de produtos catarinenses.

“É uma campanha extremamente válida, que tem o nosso total apoio. Se tem algum lugar que conseguimos ser competitivos, é regionalmente. Em Santa Catarina, fica mais fácil de concorrer com outras marcas”, diz Mello.

O presidente da Acasc é o proprietário da marca de cerveja Itajahy, no mercado desde 2013. Atualmente, ele produz cerca de 20 mil litros por mês. A capacidade produtiva da sua fábrica, por sua vez, é de 35 mil litros mensais. “Temos, portanto, espaço para crescer mais”, afirma.

Compre de SC

Outro empresário do setor que começou em 2013 foi Filipe Correa da Costa, proprietário da marca Sambaqui. Ele faz parte das chamadas marcas ciganas, que utilizam a fábrica de outras empresas para produzir a sua cerveja. Segundo Costa, que produz de 5 a 6 mil litros por mês, a campanha “Compre de Santa Catarina” pode estimular ainda mais o consumo local.

“É uma campanha interessante por vários motivos, sendo o principal deles de valorizar o produtor local, que, por questões logísticas e fiscais, consegue ser mais competitivo em Santa Catarina. Nós apoiamos o consumo local”, opina Costa.

Santa Catarina, atualmente, disputa com Minas Gerais e Rio de Janeiro a terceira posição em número de microcervejarias artesanais. As primeiras posições são ocupadas por Rio Grande do Sul e São Paulo.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Previsão do tempo em Jaraguá do Sul