Relogio
..::data e hora::.. 00:00:00
Possível fechamento da sede dos Bombeiros Voluntários na Barra preocupa vereadores
08/02/2019 09:08 em Câmara de Vereadores

 

Parlamentares querem a presença do Comandante da Corporação em sessão na próxima semana

 

Na sessão ordinária desta quinta-feira (07), os vereadores demostraram preocupação com a possibilidade de fechamento da unidade dos Bombeiros Voluntários localizada na Barra do Rio Cerro (sede da Barra). O vereador Jaime Negherbon (MDB), trouxe a discussão novamente ao plenário da Câmara Municipal. Ele protocolou requerimento pedindo a presença do Comandante da Corporação na sessão da próxima terça-feira (12), a fim de explicar o que está ocorrendo. “A Barra hoje tem mais de 30 mil habitantes e tem também os bairros vizinhos, quando acontece um acidente os bombeiros têm que passar toda a cidade para atender, é muito longe”, alertou ele, levantando a possibilidade de a corporação de voluntários estar passando por problemas financeiros. “Estou preocupado”, disse.

O presidente da Câmara, vereador Marcelindo Carlos Gruner (PTB), afirmou que é de extrema importância que o Comandante explique o que está ocorrendo, tendo em vista que em 2018 foi afastada, pelos próprios bombeiros, a possibilidade de fechamento daquela sede. “Nos deram a informação de que não seria fechada, temos que ver a veracidade disso, trazendo o Comandante aqui”, esclareceu.

“Eu fico triste porque toda aquela região vai passar por dificuldades, se a sede fechar”, lamentou Eugênio José Juraszek (PP).

Arlindo Rincos (PSD), lembrou dos mais de 50 anos de história dos Bombeiros Voluntários em Jaraguá do Sul e da chegada dos Bombeiros Militares no município. “Desde que os Bombeiros Militares entraram na cidade em 2014, vieram para tirar o filé mignon e o osso ficou para os voluntários”, desabafou ele, referindo-se aos atendimentos prestados pelas duas corporações. Enquanto que os Bombeiros Militares prestam apenas os serviços de atividade técnica e cobram taxas para isso, os Bombeiros Voluntários atendem todas as demais ocorrências (parte operacional de urgências e emergências), sem nenhum custo ao munícipe.

Anderson Kassner (PP) afirmou que, ainda em 2018, também foi procurado por moradores da Barra do Rio Cerro, preocupados com a possibilidade de fechamento da unidade. “Defendo que não podemos perder esta unidade. A população será muito afetada”, pontuou ele, afirmando que os vereadores poderão sugerir ao Executivo usar parte das sobras devolvidas pela Câmara de Vereadores anualmente, investindo mais na Corporação de Bombeiros Voluntários.

“Gostaria de ver os Bombeiros Militares também atendendo pessoas acidentadas, mostrando serviço para a comunidade. Estão simplesmente taxando a população”, mencionou Marcelindo Carlos Gruner.

“Precisamos investir nos Bombeiros Voluntários de Jaraguá do Sul. Temos que cobrar atitudes, com a vida não se brinca. Está na nossa mão tomar uma atitude e cobrar do Executivo”, afirmou Jackson José de Ávila (MDB).

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Previsão do tempo em Jaraguá do Sul