Relogio
..::data e hora::.. 00:00:00
Vinte câmeras vão registrar infrações e multas de trânsito
29/06/2017 14:44 em Trânsito

 

Vinte das 60 câmeras de videomonitoramento instaladas em Jaraguá do Sul pelo convênio Secretaria de Segurança Pública/Polícia Militar e Prefeitura começarão a registrar infrações de trânsito para aplicação de multas a partir dos próximos dias. O Capitão Antônio Benda da Rocha, do 14º Batalhão PM, fez o anúncio na noite de terça-feira (27) durante o encontro mensal dos integrantes do Comitê Trânsito + Seguro, no Sesi. 

Este tipo de fiscalização é permitido desde 2015, de acordo com a Resolução 532 do Conselho Nacional de Trânsito (Contram), mas faltava implantação da sinalização específica para iniciar a operação, o que está sendo providenciado. Segundo o Capitão Benda, os condutores flagrados nas imagens poderão ser autuados por irregularidades como estacionamento sobre calçada ou em local proibido, formação de fila dupla, conversão proibida e condução de motocicleta sem uso de capacete. 

O uso do celular ao volante também. "A notificação será feita em tempo real, ou seja, no momento da ocorrência, por agente de trânsito autorizado, isto é, policial militar em serviço na Central Regional de Emergência que fica no quartel do 14º Batalhão", informa Benda, acrescentando que essa modalidade não exige a imagem do veículo automotor na notificação. 

A exigência do registro é para os radares. Inicialmente serão 20 pontos, que estarão devidamente sinalizados, indicando que as câmeras de videomonitoramento farão o registro de irregularidades no trânsito, gerando multas. As infrações serão identificadas de forma eletrônica como se um PM estivesse presente no local. A ideia é futuramente alcançar as 60 câmeras de videomonitoramento existentes na cidade, que estão todas funcionando.

Cidade registra redução de internações e mortes

O odontopediatra Luís Fernando Medeiros (na foto, em pé), que atua no setor de planejamento da Secretaria da Saúde de Jaraguá do Sul, apresentou ao Comitê Trânsito + Seguro, na terça-feira (27), dados estatísticos comparados do primeiro trimestre de 2016 com igual período de 2017, relacionados às internações hospitalares e mortalidade por acidentes de transporte em Jaraguá do Sul, atendidas pelo SUS.



No ano passado foram 90 e este ano 69. Houve redução de 24% nas internações gerais por acidentes de transporte, e redução de 24% envolvendo motociclistas, 43% de ocupantes de automóveis, mas aumentou em 50% o total de ciclistas internados vítimas de acidentes. A média de permanência no hospital, segundo Luís Fernando, foi de 4,7 dias.

Comparando os 13 municípios de Santa Catarina com mais de 100 mil habitantes, no primeiro trimestre de 2016 Jaraguá do Sul ocupou a liderança nada boa, com 90 internações por acidentes, com taxa de 54,96 por 100 mil habitantes. Este ano, no mesmo período, ficou em terceiro com os 69 casos, taxa de 41,24%. Palhoça e Chapecó estão à frente de Jaraguá.



A Capital do Estado está em 13º. Nos dados apresentados por Medeiros, outros números são muito interessantes relacionados à mortalidade por acidentes de transporte, mas envolvendo o quadrimestre (janeiro a abril) de 2016 e 2017, com residência e local da ocorrência de moradores em Jaraguá do Sul. Em 2016 foram 9 mortos (um pedestre, 5 ciclistas, 2 motociclistas e um ocupante de veículo) e em 2017, 4 mortos, sendo 2 motociclistas, 1 pedestre e 1 ciclista. 

A redução de mortes no comparativo dos dois quadrimestres foi de 56,4%. O estatístico da Secretaria da Saúde explicou que ainda é muito cedo para afirmar que a redução do número de internações e de mortes por acidentes de trânsito sejam reflexo das campanhas que estão acontecendo, mas pode ser um indicativo. "Precisamos fazer uma série histórica para uma melhor avaliação. O importante é que as campanhas aconteçam continuamente", pondera Luís Fernando Medeiros.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Previsão do tempo em Jaraguá do Sul