Relogio
..::data e hora::.. 00:00:00
Apae implanta o Método Montessori de ensino
21/09/2018 16:07 em Novidades

 

A italiana Maria Montessori, primeira mulher a se formar em medicina em seu país e que viveu entre os anos de 1870 e 1952, foi também pioneira no campo pedagógico ao dar mais ênfase à autoeducação do aluno do que ao papel do professor como fonte de conhecimento. Ela acreditava que a educação é uma conquista da criança porque o ser humano já nasce com a capacidade de ensinar a si próprio se as condições necessárias lhe forem dadas.

Novos conhecimentos

Em resumo, o método Montessori de ensino é, fundamentalmente, biológico, proporcionando a evolução mental da criança. Com isso, dá a elas uma educação sensorial e o equilíbrio corporal, entre outros benefícios. “É a construção de novos conhecimentos”, concluiu Ketlin. A chamada Sala Montessoriana, bastante colorida e equipada com brinquedos diferenciados, foi inaugurada ontem (20) pela manhã. Estiveram presentes o diretor de patrimônio da Apae, Edgar Deretti, da diretora Cláudia Roberta de Arrazão, da secretária de Assistência Social da Prefeitura, Maria Santin Camello, e do presidente do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, Jeferson Perotti Ferrari.

O que é

Inédito em escolas da região do Vale do Itapocu e pouco utilizado por educadores brasileiros, em sua grande maioria ainda adeptos do ensino tradicional - o professor fala e o aluno escuta - o chamado Método Montessori acaba de ser implantado na escola da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Jaraguá do Sul. O projeto foi desenvolvido pela orientadora pedagógica da escola, Ketlin Strutz, e teve a parceria do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente (CMDCA) na captação de recursos junto ao Fundo da Infância e Adolescência (FIA).



Poder de decisão

“O professor não é a única fonte de conhecimento”, diz Ketlin, enxergando avanços na aplicação do novo método de ensino voltado a crianças da faixa etária de zero a 10 anos, que dá a elas o poder de decisão, porém, sempre supervisionadas por professor ou professora. “Além de desenvolver os sentidos, como visão, olfato, tato, elas também aprendem a valorizar o meio ambiente em que vivem e o material que usam em sala de aula, por exemplo,”, explica a orientadora pedagógica.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Previsão do tempo em Jaraguá do Sul