Relogio
..::data e hora::.. 00:00:00
Projeto científico de Jaraguá leva adolescentes à Espanha
22/02/2019 07:43 em Tecnologia

 

 
Duas alunas do bairro Jaraguá 84 viajam para a Europa na semana que vem para participar de feira internacional. Trabalho está entre os três brasileiros que vão se apresentar na Espanha
 
As alunas do 8º ano da Escola Luiz Gonzaga Ayroso, Leticia Luisa Braun e Scheila Aparecida Straub de Souza, ambas com 13 anos, e o professor orientador do projeto “Bala antitabagismo”, Jean Mary Facchini, contam nos dedos os dias para viajar ao país das touradas e dos clubes de futebol mundialmente conhecidos Real Madrid e Barcelona. As meninas que até alguns meses atrás nunca tinham andado de avião nem saído do estado, viajam para a Espanha na terça-feira (26). Elas protagonizam um dos três projetos brasileiros que participarão da Feira científica Exporecerca Jovem, realizada em Barcelona de 28 de fevereiro a 3 de março. Além de participação em feira internacional, as meninas e o professor apresentaram o projeto na Febic em Jaraguá e na Feira MCTEA, em Abaetetuba (PA) em dezembro do ano passado, quando as adolescentes subiram em um avião pela primeira vez. No período em que estarão na Espanha, os quatro jaraguaenses participarão da feira apresentando as ideias do projeto e também conhecerão um pouco da cidade de Barcelona durante dois dias.
 
A oportunidade aconteceu graças à dedicação ao projeto de iniciação científica oferecido por Facchini aos estudantes da escola no contraturno escolar. Propondo que os alunos encontrassem temas que gostariam de pesquisar, o professor ouviu de Leticia e Scheila o tema “couve”, pois uma das alunas tinha bastante couve plantada na horta de casa pelo pai. “O tema não parecia atraente para uma feira científica, então começamos a pensar em algo diferente, mas ainda envolvendo a couve. Eu tenho uma avó fumante. Ela fumava de quatro a cinco carteiras de cigarro por dia. Então pensamos na fabricação de uma bala antitabagismo”, conta Leticia. 
 
A partir daí, professor e alunas começaram a pesquisar as propriedades de algumas ervas medicinais naturais que poderiam auxiliar aqueles que querem parar de fumar. Além da couve, açúcar, vinagre e água, são ingredientes da bala antitabagismo Erva de São João, Canela do Ceilão, cavalinha, hortelã, gengibre e ginseng. Até acertar um sabor que agradasse a maioria dos colegas da escola, muitas balas foram produzidas. Com menos açúcar, mais açúcar, sem gengibre, com gengibre. Mais de mil balas foram feitas pelas mãos de Leticia e Scheila, contando com as levadas às feiras para degustação dos visitantes. No meio dessa produção, a avó de Leticia, dona Ilinita, foi usada de “cobaia”. A neta explicou o objetivo do projeto e dona Ilinita topou testar. “Hoje minha avó diminuiu o consumo de cinco carteiras de cigarro por dia para meia carteira. Ela chupa a bala sempre que tem vontade de fumar”, comemora a neta. O professor Jean adianta que a avó de Leticia não serve de evidência científica para as propriedades da bala. Que isso está em fase de pesquisa, em parceria com a UFSC e um curso superior de Farmácia de Jaraguá. “Será feita a análise química da bala e o acompanhamento em seres humanos para aí sim começarmos a ter evidências científicas de que a bala realmente ajuda no combate ao tabagismo”, explica o orientador. O nome oficial do projeto é “Produção de bala com propriedades que podem auxiliar no combate da abstinência à nicotina para quem deseja parar de fumar”.     
 

Além das alunas e do professor, uma professora também acompanhará as adolescentes na viagem. Os custos da passagem aérea dos três participantes foram bancados pela Secretaria de Educação, além da hospedagem do professor. O valor total do investimento com as três passagens de ida e volta e a estadia do professor é de R$ 12,5 mil, com recursos próprios da Educação. A Associação Empresarial de Jaraguá do Sul (Acijs) ofereceu ajuda de custo para a hospedagem e a alimentação das duas alunas, no valor de R$ 3 mil. Para a passagem, estadia e alimentação da professora acompanhante, e também para o transporte da equipe, alunos e professores estão fazendo eventos na escola para arrecadar fundos. Um desses eventos acontece nesta quinta (21), das 16 às 20 horas, na Escola Luiz Gonzaga Ayroso, no Jaraguá 84. O Dia do X-Salada Gourmet promete agradar os paladares mais exigentes, com hamburguer caseiro assado na brasa, molhos especiais e salada. O x-salada custa R$ 10 e o refrigerante R$ 4. Os dois juntos, R$ 13. Interessados podem comparecer na escola nesta quinta, no horário de sua preferência, ou encomendar um pouco antes, pelo telefone 99641-5771 (whatsapp), do professor Jean.   
COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Previsão do tempo em Jaraguá do Sul