Relogio
..::data e hora::.. 00:00:00
Ideb: Santa Catarina avança no Ensino Médio e segue acima da média nacional no Fundamental
15/09/2020 11:39 em Educação

Os dados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) referentes a 2019 indicam que Santa Catarina segue acima da média nacional no Ensino Fundamental e melhorou o desempenho entre os alunos do Ensino Médio, nível que historicamente representa os maiores desafios para a Educação. O levantamento foi divulgado na manhã desta terça-feira, 15. Realizado a cada dois anos, o Ideb é uma iniciativa do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), vinculado ao Ministério da Educação (MEC), para o medir o desempenho do sistema educacional brasileiro.

O desempenho de Santa Catarina no Ensino Médio era de 4,1 em 2017 e subiu para 4,2 em 2019, alcançando o melhor índice em oito anos nessa faixa etária e dentro da média nacional. O índice calculado pelo INEP varia de 0 a 10 e considera as taxas de aprovação dos alunos com o resultado dos alunos no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

O crescimento se deve ao melhor desempenho dos alunos na prova do Saeb em 2019, em que houve avanço de nota tanto na avaliação de português quanto de matemática. A implementação e ampliação do Ensino Médio Inovador e Ensino Médio Integral em Tempo Integral estão entre os fatores que contribuíram para o resultado positivo.

O secretário de Estado da Educação de Santa Catarina, Natalino Uggioni, ressalta que a expectativa é avançar ainda mais nos próximos levantamentos, já que houve pouco tempo para que as ações iniciadas pela gestão em 2019 impactassem no resultado do Ideb. “A Educação é um investimento de longo prazo, por isso criamos ações para o Estado de Santa Catarina que reflitam na melhoria da educação pelos próximos anos”, frisa Uggioni.

As ações citadas pelo secretário incluem investimentos de R$ 125 milhões em mobiliário, livros e equipamentos de tecnologia, como lousas digitais, computadores e projetores para apoio ao aprendizado dos alunos. Dentro do mesmo investimento, também está a entrega de laboratórios equipados para as disciplinas de matemática e ciências da natureza. Também há ações no campo pedagógico, como a implantação do Novo Ensino Médio, a chamada de 4 mil servidores efetivos em dois anos e os programas de formação continuada dos professores.

Anos iniciais do Ensino Fundamental acima da meta estipulada

O desempenho entre os alunos dos anos iniciais do Ensino Fundamental alcançou índice de 6,5, seguindo o desempenho registrado há dois anos. O resultado esteve acima da média nacional, de 5,9. Além disso, superou a meta de desempenho 6,3, estipulada pelo INEP para 2019 com base no desempenho histórico de Santa Catarina no Ideb.

Já nos anos finais do Ensino Fundamental houve oscilação de 5,2 para 5,1 no desempenho dos alunos de Santa Catarina, apesar do índice permanecer acima da média nacional, de 4,9. O desempenho é reflexo do cenário nacional da educação nessa faixa etária, considerando que apenas sete estados conseguiram atingir a meta para o Ideb de 2019 e nenhum chegou a 6, índice estipulado como meta para Santa Catarina pelo INEP.

Ações para a evolução do quadro

A Secretaria de Estado da Educação (SED) vislumbra a evolução do quadro e a melhoria na aprendizagem pela implementação de um conjunto de ações. Essas iniciativas englobam a gestão e o monitoramento da educação, a garantia de formação continuada aos professores e a prática educacional fundamentada no Currículo Base do Território Catarinense, lançado em 2019 para o Ensino Fundamental e em elaboração em 2020 para contemplar também o Ensino Médio.

Na gestão da Educação, o Sistema de Inteligência de Dados Educação na Palma da Mão, desenvolvido na SED, ampliou as perspectivas de diagnóstico e monitoramento de frequência e desempenho escolar na rede estadual. O uso e aprimoramento contínuo do sistema permitiu que, durante a pandemia, a SED possa monitorar a atividade escolar de aluno por aluno, com os dados fornecidos pela rede de ensino.

Mesmo com a suspensão de aulas presenciais, a implementação do Currículo Base do Território Catarinense para o Ensino Fundamental e a formulação da versão para o Ensino Médio continuam, materializadas em formações continuadas on-line para todos os professores da rede. Apenas nos dois primeiros ciclos de formação do ano ministrados pela Diretoria de Ensino, são 60 webinars com interação entre os docentes de março a novembro. Além de estimativa de pelo menos 55 horas de cursos certificados, que já abrangem mais de 25 mil professores em atividade na rede.

Como particularidade ao Ensino Médio, o secretário Natalino Uggioni reforça que a necessidade de atualização no contexto nacional mobilizou a mudança pelo Novo Ensino Médio. Com a adesão de 120 escolas da rede estadual de ensino em SC em 2020, o modelo contempla ampliação de carga horária, aprofundamento de trilhas de aprendizagem, inserção de projeto de vida e outras formas de agregar significado à jornada do estudante até seu ingresso no mundo do trabalho.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Previsão do tempo em Jaraguá do Sul